Bilac Pinto

Deputado Federal

Legislatura

2014 - 2018

Arrow
Arrow
Slider
Quinta, 05 Abril 2018 14:48

Supremo Tribunal Federal sinaliza que atos de corrupção não serão tolerados no Brasil

Avalie este item
(0 votos)

Prezados Amigos,

Condenar um Ex-Presidente da República pelos crimes de corrupção passiva e lavagem de dinheiro, como no caso do triplex em Guarujá, não é motivo de orgulho para ninguém, muito pelo contrário, pois o principal papel do chefe do Poder Executivo é governar o povo e administrar os interesses públicos de acordo as leis previstas na Constituição Federal.

O julgamento histórico realizado pelo plenário do Supremo Tribunal Federal (STF), nesta quarta-feira, deixou em evidência o total preparo dos onze eminentes Ministros que embasados em nossa Constituição proferiram seus respectivos votos contra e a favor da emissão do habeas corpus preventivo, apresentado pela defesa do Ex-Presidente.

Ao longo de todo processo de investigação, o até então réu Luiz Inácio Lula da Silva sempre reagiu de maneira hostil a posicionamentos contrários a de sua defesa, insultando a inteligência de membros da Polícia Federal, do Ministério Público e do Poder Judiciário, servidores públicos que trabalharam com muito afinco em prol da divulgação da verdade, e não simplesmente para enterrar a trajetória política de um Ex-Presidente que almejava a reeleição.

Ao invés de focar em sua defesa e acreditar na imparcialidade da Justiça, o Ex-Presidente Lula propagou em seus discursos nada mais do que o ódio, a desunião e a divisão de nossa sociedade, transmitindo a mensagem de que possuímos no Brasil um Superior Tribunal de Justiça (STJ), um parlamento e um Supremo Tribunal Federal (STF) totalmente acovardados, e que seria impossível condenar a alma mais honesta do Brasil.

Para um homem público que tanto critica a elite brasileira, os chamando de burgueses e muitas vezes fascistas, golpistas e coxinhas, Lula se encontra numa posição bem confortável, diferente de grande parte da nossa população, pois o Ex-Presidente possui condições financeiras para arcar com os onerosos recursos procrastinatórios que retardaram o cumprimento de sua pena, realidade muito distante da enfrentada pela nossa sociedade, que se esforça diariamente para sobreviver ao invés de desfrutar os prazeres da vida.

Com a decisão contrária a emissão do habeas corpus, o Supremo Tribunal Federal liberou a prisão do Ex-Presidente Lula, sinalizando que atos de corrupção não serão tolerados no Brasil, fechando a brecha para que possíveis condenados na Operação Lava-Jato utilizem da jurisprudência deste caso em específico para se beneficiarem.

Parabenizo a todos os onze eminentes Ministros pelo belíssimo trabalho que demonstrou, de forma técnica, imparcial e apartidária, para todos os brasileiros, que a nossa Justiça não enxerga a cor, o status político, a religião ou a opinião pessoal para condenar ou absolver qualquer indivíduo sentado na cadeira dos réus, mas sim as provas apresentadas pelo Ministério Público e os argumentos utilizados pelos advogados de defesa.

Espero que possamos virar a página e enterrar todo o ódio disseminando pela esquerda brasileira, construindo um futuro onde o diálogo, o respeito, a união e a Democracia façam parte de nosso cotidiano, ao invés da intolerância, do ódio e da corrupção institucionalizada que incineraram a nossa esperança de trabalhar por um Brasil melhor.

Um fraterno abraço.

Bilac Pinto

Deputado Federal

Lido 512 vezes Última modificação em Terça, 10 Abril 2018 14:10

Links Úteis