Bilac Pinto

Deputado Federal

Legislatura

2014 - 2018

Arrow
Arrow
Slider
Quarta, 30 Maio 2018 14:23

A paralisação dos petroleiros é ILEGAL

Avalie este item
(0 votos)

Prezados Amigos,

Utilizar de uma manifestação legítima, como a dos caminhoneiros, para gerar ainda mais prejuízos para o nosso país não me parece correto, portanto não poderia deixar de manifestar meu sentimento de repúdio a paralisação ilegal, de 72 horas, anunciada pela Federação Única dos Petroleiros (FUP).

Mesmo com a decisão do Tribunal Superior do Trabalho (TST), que considerou a paralisação ilegal nesta terça-feira, os petroleiros decidiram dar continuidade a surreal greve que irá gerar ainda mais prejuízos aos cofres públicos, estimado em aproximadamente R$ 1,1 bilhões por dia somente no Estado de Minas Gerais.

Inflamar ainda mais uma situação de crise com motivações e interesses partidários não solucionará os problemas de nosso país, muito pelo contrário, fará com que a legítima manifestação de nossos caminhoneiros perca o foco e se torne motivo de baderna.

Discordo do senhor Zé Maria Rangel, Presidente da Federação Única dos Petroleiros, pois não será paralisando as atividades petrolíferas de nosso país que defenderemos a Petrobrás, mas sim dialogando com nossos representantes para que possamos alcançar um acordo plausível.

A política de preço praticada pela Petrobrás já alcançou o Congresso Nacional, e deverá ser debatida com muita cautela e responsabilidade pelo Poder Legislativo, porém a redução de preços somente ocorrerá uma vez que os Estados também façam seu dever de casa e revejam a alíquota do ICMS.

Espero que a paralisação dos petroleiros, orquestrada pelo PT com a finalidade de desestabilizar o país, não dure 72 horas, pois nossa sociedade não pode ser punida desta forma tão cruel por uma classe que afirma que sua luta é em prol dos interesses do povo brasileiro.

Respeitosamente,

Bilac Pinto

Deputado Federal

Lido 378 vezes Última modificação em Sexta, 15 Junho 2018 12:22

Links Úteis