Bilac Pinto

Deputado Federal

Legislatura

2014 - 2018

Arrow
Arrow
Slider
Deputado Federal Bilac Pinto

Queridos amigos,

Durante as últimas semanas venho analisando cautelosamente o texto que compõe a proposta de redução da maioridade penal brasileira para crimes hediondos, proposta que embora rejeitada por apenas 5 votos na data de ontem, dia 30/06/2015, em votação realizada pelo Congresso Nacional, contou com meu voto a favor e total apoio.

Preocupado em atender as demandas sociais voltadas para a reforma política, cujo objetivo central não visa simplesmente tornar nosso governo mais eficiente, mas também transparente e coerente para com nossa atual realidade, o deputado federal Bilac Pinto reuniu-se na manhã de hoje, dia 30/06/2015, com o Excelentíssimo Senhor Vice-Governador do Estado do Rio de Janeiro, Francisco Dorneles, com o intuito de fomentar a reflexão e discussão a respeito do atual sistema político que rege nossa nação, com foco em possíveis mudanças para torná-lo mais eficaz, pois somente a partir da troca de experiências entre os estados brasileiros alcançaremos objetivos comuns a todos.

Candidatos das três esferas do Executivo- municipal, estadual e federal-, podem ser obrigados a apresentar plano de metas de acordo com promessas eleitorais, sob pena de se tornarem inelegível

As falsas promessas de campanha podem estar com os dias contados. Proposta de emenda à Constituição (PEC) em tramitação na Câmara dos Deputados torna inelegíveis os políticos que prometerem “mundos e fundos” aos eleitores sem, no entanto, levar em conta o lastro com a realidade. De acordo com o texto batizado de PEC das Metas dos Governantes, o prefeito, governador ou presidente da República eleito será obrigado a apresentar, no prazo de até quatro meses após a eleição, um plano de metas que tenha informações minuciosas das ações de governo. Ainda conforme a PEC, esse detalhamento deverá estar em sintonia com o plano de governo que os candidatos já são obrigados a apresentar à Justiça Eleitoral no ato de registro da candidatura.

Estatal informa também que vai vender mais ativos que o previsto e reduz metas de produção em 30%

RIO - A Petrobras enviou na manhã desta segunda-feira fato relevante contendo o plano de negócios para o período de 2015 a 2019 à Comissão de Valores Mobiliários (CVM). No documento a empresa informa que vai investir no período US$ 130,3 bilhões, uma redução de 37% em comparação ao plano anterior. São US$ 90,3 bilhões a menos que no plano anterior, de 2014-2018, que previa investimentos de US$ 220,6 bilhões.

Página 250 de 289

Links Úteis